16 de jan de 2010

Sala de aula: Conhecimentos Técnicos (parte 3)

Por João Marinheiro
fonte: (airandinas)

Motores

“Máquinas que produzem energia mecânica a partir de outros tipos de energia”

Classificação quanto ao tipo:

Motores de Combustão Interna: o combustível é queimado dentro do motor, desenvolve elevada potência e é leve.
Motores de Combustão Externa: o combustível é queimado fora do motor.

Classificação quanto ao sistema de propulsão:


Aviões a Hélice: o motor produz a tração através da hélice. Impulsiona grandes massas de ar a velocidades relativamente pequenas. Os motores usados para girar a hélice podem ser:

-Motor a Pistão: econômico e eficiente a baixas velocidades e altitudes. Sua maior vantagem é o baixo custo, sendo usados em aviões de pequeno porte.

-Motor Turbo-Hélice: Motor Turbojato modificado. Motor ideal para velocidades intermediárias entre a dos motores a pistão e os motores turbofan.


Aviões a Reação: o motor impulsiona o ar diretamente. Inversamente ao motor a hélice, o motor a reação impulsiona massas relativamente pequenas a grandes velocidades. Os principais são:

Motor Turbojato: o ar admitido é impulsionado num fluxo de alta velocidade, utilizando a energia expansiva dos gases aquecidos para a combustão. É pouco econômico e ineficiente em baixas velocidade e altitudes.

Motor Turbofan: Motor turbojato acrescido de um fan (ventilador). O fan funciona como uma hélice. Sua vantagem é a elevada tração, baixo ruído e economia de combustível. É o motor mais utilizado atualmente nos aviões de alta velocidade.


Qualidades do Motor Aeronáutico


Segurança de Funcionamento
: depende da manutenção.
Durabilidade.
Ausência de Vibrações:
para a suavidade do funcionamento do motor.
Economia: os motores aeronáuticos devem ter baixo consumo de combustível.
Facilidade de Manutenção: O período de realização de manutenções, pode ser por tempo ou horas de vôo, é determinado pelo fabricante do motor.
Compacidade: Preferencialmente os motores aeronáuticos devem apresentar pequena área frontal.
Eficiência Térmica: nos motores aeronáuticos a eficiência térmica está em torno de 25% a 30%. (relação entre potência mecânica produzida e a potência térmica liberada pelo combustível).
Leveza: Relação entre a massa e a potência. A relação deve ser a menor possível.

Motores a Pistão

- Motor a quatro tempos
- Motor a dois tempos


Estes motores serão estudados no próximo capítulo

0 comentários:

Postar um comentário